pt-pten +351 22 609 45 02 info@dourosecrets.com

Entrar

Registar

Depois de criar uma conta, poderá acompanhar o estado de pagamento, acompanhar a confirmação e poderá ainda avaliar a viagem no fim do cruzeiro.
Nome de utilizador*
Senha*
Confirmar senha*
Primeiro nome*
Apelido*
Email*
Telefone*
País*
* Criar uma conta significa que está de acordo com os nossos termos de serviço e política de privacidade.

Já está registado?

Entrar
pt-pten +351 22 609 45 02 info@dourosecrets.com

Entrar

Registar

Depois de criar uma conta, poderá acompanhar o estado de pagamento, acompanhar a confirmação e poderá ainda avaliar a viagem no fim do cruzeiro.
Nome de utilizador*
Senha*
Confirmar senha*
Primeiro nome*
Apelido*
Email*
Telefone*
País*
* Criar uma conta significa que está de acordo com os nossos termos de serviço e política de privacidade.

Já está registado?

Entrar

Rio Douro

De um povo hospitaleiro, as temperaturas amenas e a brisa refrescante vinda do mar.
Rio Douro

A Região do Douro

A região do Douro destaca-se pela sua versatilidade paisagística e cultural. Desde a foz, que separa a cidade do Porto de Vila Nova de Gaia, até à fronteira espanhola, onde termina a parte navegável do Rio Douro, são 210 Km numa subida em escada de 120m de altitude. No seu percurso sobe-se cinco Barragens (Crestuma, Carrapatelo, Bagauste, Valeira e Pocinho) com desníveis até 35 metros. Ao longo do Douro podemos encontrar os mais variados motivos para nos apaixonarmos por esta região e à medida que descobrimos os segredos do Douro, mais nos queremos aventurar na sua história. Na cidade do Porto, a Invicta, os edifícios históricos construídos ao longo das margens constituem um marco paisagístico e uma riqueza cultural indiscutível, observável através dos nossos passeios de barco no Douro. Do outro lado, na margem esquerda do Rio Douro, em Vila Nova de Gaia, a história vinícola representa um papel crucial, onde podemos encontrar as mais famosas caves do Vinho do Porto. Estas cidades separadas pelo Douro, tem como ligação seis pontes magnificas, quase todas de arquitetura premiada, desde a mais antiga (Dona Maria em 1877) até à mais moderna (Infante Dom Henrique em 2003). Seguindo viagem, outro local de paragem obrigatório é a cidade do Peso da Régua. Aqui a paisagem é dominada pelas vinhas dispostas em socalcos, onde a combinação do microclima caraterístico desta região com os saberes seculares associados à vindima conduzem à produção dos melhores vinhos do mundo. Este ambiente paisagístico e cultural estende-se até ao Pinhão, uma pequena vila recheada de tradições. Navegando a montante, observa-se a rápida transformação da paisagem, onde as vinhas dão lugar a grandes elevações rochosas, de beleza indescritível. Miguel Torga, um dos mais ilustres poetas portugueses, ao passar pela Valeira terá dito “O Douro é um excesso da natureza”.  A possibilidade de se navegar nestas águas, anteriormente indomáveis, só foi conseguida após o corte do Cachão da Valeira (em 1780) e posteriormente, para navegação de barcos de grande porte, pela construção da barragem da Valeira, permitindo transpor o famoso Cachão da Valeira. Rumo ao final da via navegável, deparamo-nos novamente com a vinha a preencher as margens e com locais secretos e relaxantes, para realmente sentir o Douro e onde se pode desfrutar da melhor gastronomia acompanhada por um céu repleto de estrelas e com uma música de fundo protagonizada pela Natureza. Há inúmeras razões para visitar esta região e as suas gentes. Fazer um cruzeiro pelo Douro é uma experiência única onde o prazer do que os olhos vêm se mistura com a beleza do peso da história, tornando o momento na mais agradável sensação de paixão.

Venha ao Douro.